OrtoBio - 2016 - Todos os direitos reservados

Create By EADesigns

FILOSOFIA CLÍNICA

Curso de Especialização

 

• Surge uma nova opção profissional

 

Uma Nova Abordagem Terapêutica, de orientação e autoconhecimento, está disponível para questões existenciais em geral. Trata-se da FILOSOFIA CLÍNICA, a qual pode ser utilizada como coadjuvante de outros tratamentos ou orientações existenciais em consultórios, instituições sociais, casas de geriatria, escolas, empresas, entre outros, ou como prática terapêutica da Filosofia Clínica. Também contribui para compreender melhor pessoas do seu convívio e a si mesmo.

Seus resultados, nesses anos de prática pelo Brasil, mostram que a abrangência de tratamento e orientação da Filosofia Clínica é tão vasta quanto às questões humanas e suas experiências. Filósofos Clínicos trabalham com pessoas desde crianças até idosos - tanto individualmente quanto em grupo.

Criada e sistematizada no final da década de 80, pelo então psicanalista Lúcio Packter, hoje filósofo clínico, de Porto Alegre-RS, tem toda sua metodologia apoiada nos escritos da filosofia ocidental de mais ou menos 2500 anos de existência.

• O que é Filosofia Clínica?

 

Uma nova abordagem terapêutica que não se trata de autoajuda, psicoterapia ou aconselhamento filosófico. O paradigma tem suas origens no trabalho do pensador Lúcio Packter, de Porto Alegre – RS, que após desenvolver seus estudos iniciais na Europa nas décadas de 80 e 90, retorna ao Brasil e funda o Instituto Packter.

A fundamentação teórica reside na Filosofia Acadêmica. Escolas como a fenomenologia, analítica de linguagem, historicismo e estruturalismo, concedem sustentação conceitual ao método. As práticas envolvem atividades de consultório, hospitais, manicômios, empresas, escolas, grupos, crianças etc.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A Filosofia Clínica não trabalha com tipologias, medicação ou internação, pois entende e debate que conceitos como normal/patológico e cura/loucura são conceitos políticos, a partir do filósofo Michel Foucault em obras como “A História da Loucura” e “O Nascimento da Clínica”. Um dos aspectos mais significativos do método é o conceito de singularidade. Ponto de partida para se entender a pessoa em versão própria. A partir da investigação reflexiva, compartilhada nas sessões, é possível estruturar cuidados e atenção específicos para cada subjetividade.

 

 

• Conteúdo Programático

  • Exames categoriais (busca localizar existencialmente a pessoa)

  • Assunto imediato (qualificação e formas de interseção)

  • Lugar (como a pessoa estrutura-se no lugar onde se encontra)

  • Tempo (subjetivo e objetivo - tempos verbais)

  • Relação (Interseção: positiva, negativa, confusa e indeterminada)

  • Estrutura de pensamento (aprofundamento da subjetividade)

  • Submodos (procedimentos clínicos)

  • Pré-estágio (terapia do aluno)

  • Supervisão (etapa da formação onde o aluno inicia seus atendimentos sob supervisão)

  • Trabalho de conclusão
     

• Metodologia

  1. Aulas teórico-práticas (módulos mensais);

  2. Estudos de casos clínicos;

  3. Congressos, seminários e colóquios;

  4. Grupos de estudo, cineclube e Workshops;

  5. Atividades de esteticidade seletiva (argila, desenho, pintura, música, vivências...);

  6. Somaticidade básica e avançada;

  7. Pré-estágios e supervisão;

  8. Estágios em instituições conveniadas (hospitais, escolas, empresas etc);

  9. Trabalho de conclusão.

 

• Bibliografia inicial

  • Packter, Lúcio. Filosofia Clínica - Propedêutica

  • Aiub, Mônica. Para entender Filosofia Clínica - O apaixonante exercício do filosofar. São Paulo: WAK, 2005.

  • ______________. Primeiros passos em Filosofia Clínica. Porto Alegre: Imprensa Livre, 1999.

  • Strassburger, Hélio. Filosofia Clínica: Poéticas da singularidade. Rio de Janeiro: Editora E-papers, 2007.

 

• Informações técnicas

Público: qualquer pessoa que tenha curso superior em qualquer área.

Periodicidade: Módulos mensais, aos sábados, das 9 às 17 h.

Duração: 18 meses. 

• Detalhes do curso aqui

https://www.ortobio.com.br/single-post/2019/09/25/Voc%C3%AA-tem-curso-superior-em-qualquer-%C3%A1rea

 

• Filósofo clínico responsável

 

 

Fernando Fontoura

Filósofo Clínico e Professor titular da Casa da Filosofia Clínica. Tem mestrado em filosofia e atualmente está como doutorando na disciplina.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Casa da Filosofia Clínica

Porque todos nós somos singulares, iguais a todo mundo!

 

• Contatos em Niterói

 

Instituto Ortobio - (21) 9.8106-1991

ortobio@uol.com.br 

 

• Realização

 

www.casadafilosofiaclinica.blogspot.com

 

 

 

 

 

 

• Parceria de apoio

Instituto Ortobio

Cadastre-se para a próxima turma.

  • Facebook Social Icon
  • Instagram ícone social